Saúde no brasil resumo

Minoxidil, Finasterida e outros: há meios de evitar a calvice?

Post

Desde que os homens se entendem por homens está presente na vida de muitos o problema da calvície. Para alguns a perda de cabelo parece simplesmente um toque de charme, ficam mais bem apresentáveis do que quando tinham cabelo.

Mas alguns não encaram esta situação tão bem, e por isso sempre correm atrás de uma solução. E por causa disso um número muito grande de remédios foi atirado no mercado. Todos com promessas maravilhosas, entretanto nem todos possuíam resultados a apresentar.

Até que entrou no mercado minoxidil finasterida. Que são na verdade dois remédios diferentes com compostos diferentes, mas resultados bem interessantes. Algum dia é óbvio que seria possível encontrar uma solução para este problema.

Hoje vamos analisar um pouco cada um deles e ver quais as melhores escolhas.

Minoxidil Finasterida: qual escolher?

O Minoxidil tem sido definitivamente o composto mais utilizado em todo o processo de manutenção capilar. Sua ação é bastante eficaz e dificilmente traz efeitos colaterais ou contra indicações.

Sua principal função é ser um vasodilatador para atuar no couro cabeludo. Pode parecer estranho para você que um remédio relacionado à calvície seja na verdade um composto para circulação. Mas lembre-se que nossos cabelos precisam de nutrientes para crescer e se manter saudáveis.

Então se sua circulação é lenta e seus vasos são ineficazes você terá problemas sérios para fazer seus fios de cabelo receberem o que precisam. Com o minoxidil tudo torna-se muito mais fluído e interessante.

Mas um dos grandes problemas que a gente pode notar é que ele não consegue “ressuscitar” os folículos capilares que já tenham morrido. Por isso você precisa fazer com que o tratamento comece o mais rápido possível.

Já a finasterida trata o problema evitando a diminuição dos fios. Isto tudo acontece por conta da testosterona que acaba trazendo este efeito ao seu cabelo. Infelizmente é da natureza da maioria dos homens ter um cabelo encurtado.

Os resultados são bastante interessantes, já que este é o fator mais comum da maioria dos casos de calvície. Porém os efeitos colaterais costumam ser um pouco severos. Sendo o principal deles a perda de libido e a impotência sexual.

Como você diminui os níveis de testosterona, você também ajuda a eliminar grande parte do desejo sexual do homem. E o pior de tudo é que o tratamento precisa ser feito de maneira continuada.

Senão o quadro pode avançar a partir do momento que você para. Fazendo deste um ciclo vicioso e bastante incômodo para muitas pessoas. Ainda assim vale a pena fazer o teste, se você não for afetado esta é uma forma eficaz de se resolver o problema.

Entretanto também estamos falando de algo que não faz com que os folículos volte à vida. É necessário fazer o tratamento antes da calvície.

Conclusão

Perder cabelo não é algo que agrada ninguém, porém pode ser evitado de maneiras eficazes e saudáveis. Tudo o que você precisa é tomar as atitudes certas e procurar um acompanhamento médico.

Se automedicar, mesmo que com produtos naturais e para motivos mais simples como este, não é algo aconselhável. Pergunte ao seu médico, ele provavelmente irá te encaminhar exames e também irá te orientar para fazer boas escolhas.

Entre Minoxidil e Finasterida eu recomendaria o Minoxidil, já que seu efeito é bem menos invasivo e é mais eficaz. O tratamento também costuma ser bem mais em conta, então é importante que você aproveite para fazer todos os procedimentos de maneira correta.

Então é isso, qualquer dúvida é só chamar nos comentários, assim que der eu mando a resposta. Não deixe de conferir mais artigos acessando nosso blog.

Um grande e cabeludo abraço para você que quer retomar o penteado!